Biografia


Uma história de muitas alegrias. Assim tem sido a trajetória da cantora Ju Moraes, que acaba de retornar ao Brasil, após sua segunda turnê internacional, que contou com apresentações em Moscou e São Petesburgo, ambas na Rússia, no final de julho. O show dessa turnê – o mesmo que Ju apresenta no Brasil – conta com músicas novas, regravações e pitadas do samba com o eletrônico, para soar moderno, sem perder a tradição. De volta ao país, Ju volta ao batente e segue divulgando seu mais recente trabalho, o CD “Sabor Brasileiro”, gravado ao vivo em dezembro de 2016, no Parque da Cidade, na capital baiana. Do disco, após o trabalho com a canção homônima, que contou com a participação, no vocal, de Xandy, do Harmonia do Samba, Ju agora se prepara para lançar nacionalmente a música “Juntos”, que será trabalhada no verão 2018.
São poucos anos de estrada desde que ficou conhecida em todo o país através do reality show The Voice Brasil, da TV Globo; mas esses últimos anos foram intensos e com muitas notícias e realizações positivas. No começo de 2017, Ju lançou o disco Sabor Brasileiro e realizou mais um Carnaval recheado de alegria, com apresentações em palcos e camarotes dos circuitos da folia, em Salvador, além do projeto “Carnaval nos Bairros” e também de uma apresentação sem igual em Maragogipe, uma das cidades de mais tradicional festejo carnavalesco do interior da Bahia.
Em 2016, Ju rodou o país realizando apresentações, celebrou a primeira turnê fora do Brasil (a apresentação foi em Minsk, na Bielorrússia, no Festival Brasileiro-Bielorusso de Arte Urbana, batizado de “Vulica Brasil”) e gravou um dueto pra lá de especial com o francês Matthieu Doat, que se dedica ao samba e descobriu o talento de Ju através das redes sociais. A música do dueto se chama “Sincronicidade” e tem letra em português, com algumas expressões em francês. “Matthieu é um grande divulgador do samba na França, além de um grande instrumentista e cantor. Foi um prazer conhecê-lo e poder trocar tantas experiências. Ele quis que o trabalho tivesse o sotaque brasileiro, por isso fui uma das suas escolhas. O resultado final ficou sensacional!”, conta Ju.
Histórico

Carregando a bandeira do Samba, Ju Moraes conquistou o Brasil com seu gingado incomparável. A baiana de potência vocal inconfundível, sorriso cativante e muita brasilidade, já mostrou todo o seu talento e carisma em várias cidades do país e sempre agrada por onde passa. Morena de olhos verdes, dona de uma bela voz, Juliana Moraes é formada em Direito, mas a paixão pela música sempre falou mais alto. Ju sempre gostou de MPB e Samba. Na adolescência adorava Renato Russo, Marisa Monte e os Novos Baianos. E foi justamente nessa época que ganhou o primeiro violão, aprendeu a tocar sozinha e; na escola, conheceu os amigos com quem em 2009 criou a Samba D´Ju. Além de cantar, a paixão de Ju pela música se revela também em suas composições.

A primeira aparição nacional foi durante o The Voice Brasil, reality show de talentos musicais, exibido pela Rede Globo. Interpretando clássicos na primeira edição do programa, Ju chegou à grande final, entre as quatro vozes apontadas como as melhores do Brasil e arrancou elogios de grandes profissionais. "Quando ela canta não é só a voz que a gente escuta, a gente vê a musica acontecer através da imagem dela”, disse a cantora Cláudia Leitte, que foi técnica de Ju durante o programa. Essas características de personalidade forte e certeza sobre o que quer, foram ressaltadas também pelo produtor musical Torcuato Mariano: “o mais interessante pra mim, da Ju, é que ela canta com expressão, ela canta com o corpo inteiro dela, não é apenas a voz, é o todo”. Considerada por muitos como a grande novidade da música brasileira, Ju vem trilhando o seu caminho com êxito.

Seguindo a trilha iniciada durante o programa, Ju passou o ano de 2013 em shows pelos quatro cantos do país, levando sua musicalidade e ao mesmo tempo aproveitou cada segundo em Salvador para se dedicar ao projeto do primeiro CD e DVD de carreira. “Em Cada Canto Um Samba” mostra muito das emoções e vivências da cantora por diferentes espaços da Bahia, com um repertório especial e participações de Carlinhos Brown e Claudia Leitte. O trabalho, lançado em abril de 2014 pela Universal Music, está à venda nas lojas pelo Brasil e ganhou shows especiais em Salvador, São Paulo e Recife. “Em Cada Canto Um Samba” surgiu da ideia da cantora Ju Moraes de ter seu primeiro trabalho autoral de carreira. O projeto tem direção de Mikael Mutti - diretor musical, arranjador, compositor e músico de fama internacional. A versão DVD é dividida em nove “episódios”. Cada episódio culmina em uma música que foi gravada (áudio) e filmada fora do ambiente formal do estúdio, em locais escolhidos pela cantora. A versão em CD tem dez faixas - as nove do DVD e uma extra, Floresceu Jardim, que foi a única produzida tradicionalmente em estúdio, com os aparatos das gravações tradicionais.

Do CD-DVD, despontaram grandes alegrias. “Na Palma Da Mão” foi a primeira música de trabalho. O clipe, lançado em julho de 2013, alcançou 200 mil visualizações no canal Youtube em um ano. A música, composição de Mikael em parceria com Saulo Fernandes e Dom Chicla, tocou em todas as rádios baianas, com grande aceitação por parte do público e dos demais artistas. A segunda aposta do DVD foi “Em Cada Canto Um Samba”. Na sequência veio Samba Rock com Dendê, gravada para o disco com participação de Claudia Leitte. Também nesse intervalo entre 2012 e 2014, a cantora conheceu grandes nomes da cena nacional, com quem teve a oportunidade de realizar duetos inesquecíveis, como Caetano Veloso, Ivete Sangalo, Margareth Menezes, Saulo Fernandes e Carlinhos Brown. Alcione, Arlindo Cruz, Diogo Nogueira, Mariene de Castro, Claudia Leitte, Fábio Jr, Roupa Nova, Daniela Mercury e, mais recentemente Belo – que não poupou elogios à cantora; são também alguns dos ícones com que Ju dividiu palco em eventos.

Além das apresentações que já tomaram conta do país e das parcerias e duetos, Ju pôde também, nesse período, levar seu samba para o Carnaval de Salvador! Nos anos de 2013 a 2016, Ju comandou trios elétricos sem cordas para os foliões pipoca, ganhando destaque na maior festa de rua do planeta e sendo apontada como revelação, nos principais troféus da cidade. Em 2016, Ju esteve mais uma vez na grande festa! A cantora foi a principal atração do tradicional Bloco de samba Proibido Proibir, que desfila no Campo Grande. Ju, inclusive, foi responsável por atrair milhares de pessoas na “Caminhada do Samba”, uma prévia do bloco. E essa “insistência” em carregar a bandeira do mais brasileiro dos ritmos – o samba – é uma marca registrada de sua carreira desde o início. Hoje, Ju é apontada como uma das maiores revelações da nova geração do Samba Nacional.

Desde o programa até hoje, Ju Moraes participou também de eventos comemorativos, como as Premiações dos Melhores dos Campeonatos Baiano (Rede Bahia) e Paulista (Sportv); além do Festival de Verão Salvador 2014, o maior e mais tradicional festival da estação, no Nordeste e dos Festivais de Primavera de Morro de São Paulo, ao lado de Carlinhos Brown e Nando Reis, em novembro de 2013 e de Igatu, na belíssima região da Chapada Diamantina. Em Salvador, Ju foi escolhida pela Prefeitura Municipal para ser responsável pela abertura e pelo encerramento da FIFA Fan Fest, evento oficial de celebração à Copa do Mundo de Futebol do Brasil em 2014. Em 2015 a cantora representou a Bahia no Festival do Artesanato, em Brasília.

Além de presença forte em Salvador, Ju já levou sua música para apresentações especiais em cidades de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Brasília e claro, todo o interior da Bahia. Com produção do cantor Belo, Ju lançou no final de 2015 um single, intitulado “Exclusivo”, que é fruto da parceria entre dois grandes compositores da música brasileira: Claudemir e Luiz Claudio Picolé. A canção tem também arranjo de ninguém menos que Jota Moraes, um dos maiores arranjadores brasileiros. Além desse time de peso, a canção ganhou um videoclipe, que causou polêmica! Na produção, a baiana vive um triângulo amoroso e esbanja muita sensualidade em cenas quentes. “Esse clipe foi um desafio muito grande. Eu resolvi encarar essa personagem para explorar esse lado ‘Ju atriz’ que nunca tinha exposto. Tentei brincar com essa questão da sensualidade para criar uma ‘Dona Flor’ moderna, repaginada”, comentou Ju.

Social


Discografia